Governo irá ampliar o limite para financiamento habitacional com o FGTS

FGTS logo

O recurso que facilita o financiamento de um imóvel através do FGTS – Fundo de Garantia do Tempo de Serviço, trás boas notícias para quem pretende aderir a um financiamento habitacional. O governo resolveu que irá aumentar a limite do financiamento do imóvel para R$ 1,5 milhão. A informação já foi confirmada pelo Ministério da Fazendo no dia 16/02/17, porém, ainda não divulgou mais detalhes sobre a ampliação do limite.

O financiamento habitacional com o auxilio do FGTS não é nenhuma novidade para os brasileiros. O projeto já existe há bastante tempo e tem ajudado milhares de brasileiros a conseguir a casa própria. O recurso é simples, qualquer pessoa que tenha um saldo acumulado no FGTS pode usá-lo sem nenhuma complicação para pagar parte do financiamento do imóvel ou até mesmo para o pagamento completo, no caso de uma boa quantia. Para poder usufruir desse dinheiro que muitas vezes fica retido do trabalhador (casos de pessoas que pediram demissão e tiveram a carteira registrada antes dos 3 anos de recesso), é preciso fazer um levantamento da quantia e definir os valores com o financiador, de modo que será a quantia do FGTS no contrato do financiamento.

O valor limite atual que é concedido para o financiamento habitacional através do FGTS é de R$ 800 mil em grande parte do país. Sendo que há uma diferença em algumas regiões, como nos estados de, São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro que tem um limite atual aprovado de R$ 950 mil para o financiamento.

O ministro Henrique Meirelles – do Ministério da Fazenda, salientou à GloboNews que: “A classe média vai ser extremamente beneficiada, porque não só pode sacar as contas inativas [do FGTS], mas pode usar também recursos das contas ativas para financiar e pagar a casa própria”. Segundo ele, o benefício que antes era mais utilizado pela classe baixa, agora também será mais utilizada pela classe média que tem grande parte de dinheiro retido do FGTS, sendo assim, o dinheiro poderá ser revertido para o financiamento de imóveis, o que irá também aquecer a economia brasileira.

O governo tem adotado diferentes métodos para se recuperar da crise econômica que assola por todo o mundo. Dentre eles, esse aumento no limite do financiamento habitacional sem dúvida irá auxiliar muito para que as pessoas voltem a fazerem negócios no país. Outro método adotado pelo governo, também tem a ver com o FGTS, que visa liberar o dinheiro diversas contas inativas dos trabalhadores para que eles possam pagar as suas dívidas e voltar a consumir.

 

Se você tem algum dinheiro retido em uma conta inativa do FGTS, saiba que a Caixa Econômica Federal já lançou o calendário para o saque do FGTS.

Atividades humanas ameaçam patrimônios mundiais naturais da humanidade

Existem ao todo, 229 patrimônios mundiais naturais da humanidade em todo o mundo, e mais de cem deles, já estão em ameaça por causa da degradação humana. A Biological Conversation, revista científica, publicou recentemente, que diversos recursos naturais, sítios arqueológicos e muitas outras áreas naturais que desrespeitam a humanidade, estão sob ameaça, devida a construção em massa de rodovias, novos empreendimentos voltados para a infraestrutura, e a agricultura que só degrada o meio ambiente.

Esses dados são imprescindíveis para mostrar o impacto que o homem tem sob a natureza, o que não seria diferente em relação aos impactos provocados nessas áreas de conservação. Uma equipe internacional de pesquisa, que estudou e levantou esses dados, afirmou que o resultado é de grande importância para auxiliar a Unesco – Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e a Cultura – a planejar medidas de proteção para impedir a extinção desses patrimônios naturais.

James Watson, pesquisador australiano da Universidade de Queensland, alertou: “O mundo nunca aceitaria que a Acrópole de Atenas fosse destruída, ou que algumas pirâmides fossem esmagadas por empreendimentos imobiliários ou estradas. Mesmo assim estamos, no mundo todo, permitindo que muitas de nossas heranças naturais sejam seriamente alteradas”. Ele foi um dos estudiosos que levantou dados sobre os impactos humanos, e sua posição é claramente em defesa dos patrimônios que são dedicados a humanidade, mas que estão sendo destruídos pelos mesmos.

Os pesquisadores usaram um conhecido critério que se chama pegada humana para realizar o relatório. Nesse critério, é considerado a expansão urbano de rodovias, de infraestruturas industriais e expansão agrícola. Outra informação utilizada é o desmatamento, dentre os anos de 1993 a 2009.

Apenas a Europa teve um crescimento a baixo de 63% da pegada humana nos patrimônios naturais de todo o mundo. Dentre os continentes mais afetados, está a Ásia como principal, e o Santuário de Vida Selvagem de Manas que também foi muito afetado na Índia. O parque foi tombado pela Unesco no ano de 1985, ele fica no início dos Himalaias e foi considerado patrimônio mundial por conter diversas florestas tropicais que abrigam inúmeras espécies de animais ameaçados, como, os porcos pigmeus, elefantes, tigres e rinocerontes indianos.

Já o desmatamento, teve dados que apontaram para todos os continentes, com grande destaque para a América do Norte, que teve perda total de 57%, e a Austrália, que também apresentou grande área desmatada. Um dos mais conhecidos parques, o Parque Nacional Yellowstone teve perda de 6% na sua cobertura natural. Outra grande área desmatada foi no Brasil, na região que abriga a Mata Atlântica, com 11% desmatado de sua área total, o que poderia ser comparado a 192 quilômetros quadrados.

 

O mais importante desses dados é a conscientização que cada pessoa deve ter do cuidado não somente com os patrimônios mundiais, mas com todo o planeta, cuidado esse que a Irlanda começa a mostrar em uma mais nova lei aprovada onde não ira mais investir em combustíveis fósseis.

 

Viajar com animais de estimação: providências simples evitam dor de cabeça

cachorro-raca-viajar-com-seu-pet2

Cães e gatos estão cada vez mais presentes nos lares das famílias brasileiras. Pesquisa divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE informa que os cães estão em 44,3% das casas e apartamentos, enquanto que os felinos são preferidos em outros 17,7% dos domicílios. No total, à época de realização da pesquisa, havia no país cerca de 52 milhões de cães e 22 milhões de gatos de estimação. A novidade, segundo reportagem do jornal Estadão, é que nossos amigos de quatro patas passaram a ser companhias constantes também nas viagens de férias. Embora os dados mais precisos sobre essa prática venham de países da Europa, a realidade já pode ser sentida entre nós, tanto em viagens domésticas, dentro do Brasil, quanto em deslocamentos para o exterior. Quando a movimentação se dá dentro dos limites das fronteiras nacionais, a logística de trânsito dos animais não costuma envolver grandes problemas. Por outro lado, as questões podem demandar um pouco mais de tempo, atenção e paciência quando o destino da viagem é outro país. Nesses casos, além de ter certeza de que a experiência de ficar fora de casa por um tempo será boa tanto para os humanos quanto para a bicharada, será necessário o cumprimento de algumas exigências normativas balizadas por acordos internacionais dos quais o Brasil é signatário. Como regra geral, cães e gatos, sempre que forem circular fora de seu país de origem, devem estar acompanhados de documentos que apresentem seu histórico sanitário e que atestem suas boas condições de saúde. No Brasil, as informações necessárias são compiladas no Passaporte para Trânsito de Cães e Gatos e no Certificado Veterinário Internacional, dois documentos emitidos pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, mais especificamente por meio de suas Unidades do Sistema de Vigilância Sanitária. Essas repartições públicas especializadas funcionam nos aeroportos, portos e postos de fronteira, nas aduanas especiais e nas Superintendências Federais de Agricultura que existem em todas as Unidades da Federação. Na maior parte dos casos, o Passaporte para Trânsito de Cães e Gatos e o Certificado Veterinário Internacional serão suficientes para garantir a livre circulação dos animais de estimação. Entretanto, cabe ao dono certificar-se, junto ao consulado ou à embaixada do país de destino, de que não há exigências adicionais a serem atendidas. No final das contas, o trabalho extra será recompensado pela garantia de que as férias serão curtidas ao máximo, com a companhia escolhida, sem entraves de qualquer natureza. Para mais informações, vale a pena visitar a página eletrônica do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, que tem uma área específica dedicada aos animais de estimação, com acesso a perguntas e respostas que esclarecem boa parte das dúvidas a respeito de viagens com os pets.

 

Alterações na gravidade de Vênus intrigam os cientistas

Astrônomos japoneses observaram uma formação gravitacional atípica originada do planeta Vênus. Ao adentrar a órbita do planeta em 2015, a sonda denominada Akatsuki registrou o fenômeno por muitos dias em sua atmosfera alta. O artigo foi divulgado pela revista Nature Geosciencie.

O fenômeno foi observado em forma de grandes arcos na atmosfera de Vênus, com um dimensionamento de 10 mil km, a estrutura toda brilhante permaneceu de forma estável por vários dias na atmosfera do planeta.

Definitivamente o que tem surpreendido os astrônomos e os cientistas nesse fenômeno é o fato de que as nuvens se movimentam em Vênus de um modo geral a uma velocidade de 360 km/h, muito mais rápido do que a própria rotação do planeta, e a formação do arco luminoso se manteve estável por cima delas em uma região conhecida como Aphrodite Terra.

Também foi descoberto que a ondulação em forma de arcos registrou temperaturas muito mais elevadas do que as que circundam o planeta em toda sua atmosfera.

A sonda lançada no início de 2010 alcançou a órbita de Vênus no final de 2015.

Os cientistas definem o fenômeno como um resultado da onda de gravidade formada pela atmosfera em baixa altitude do planeta que atravessa a atmosfera mais elevada se espalhando através de grandes formações montanhosas. As ondas de gravidade acontecem devido a um desequilíbrio químico provocado em líquidos, gases e plasmas que fazem parte do planeta.

O estudo revela evidências de ondas de gravidade estacionárias e aponta para o fato de que são ondas em escala muito maior do que já registrado em todo o sistema solar.

Segundo o especialista Colin Wilson, da Universidade de Oxford, Inglaterra, “O interessante é observar que o fenômeno se estende de um polo ao outro”, explica Colin à BBC, cientista que não teve participação na pesquisa. “O fenômeno não ocorre por exemplo em Júpiter, pois sua rotação é muito mais rápida e toda sua atmosfera é subdivida em cinturões. A lenta rotação do planeta Vênus da ênfase a essa formação distinta”, reforça Colin.

Os cientistas não podem afirmar com certeza que a onda de gravidade que acontece em Vênus se movimenta para sua atmosfera mais alta através de sua topografia, o que realmente se sabe é que esse mecanismo é muito mais complexo do que se imagina.

O cientista Colin Wilson teve participação na Vênus Express, uma missão da Agência Espacial Europeia que próximo ao fim da missão foram detectados sinais de atividade vulcânica em Vênus. “Só registramos isso em uma região de Vênus. No caso de Akatsuki, ela já está lá por alguns anos e esta bem equipada com câmeras que podem detectar atividades vulcânicas” conclui Colin.

Conheça mais sobre o sistema solar.

 

venus

Ricardo Tosto é indicado por Chamber Global

O escritório Leite, Tosto e Barros do qual o advogado Ricardo Tosto faz parte, foi recomendado pelo Chamber Global por ter sido considerado um dos mais eficientes e melhores da América Latina. O Chamber Global tem reconhecimento global, e ainda ressaltou e elogiou a atuação do escritório na área do contencioso, considerada a área primorosa da empresa.

O escritório Leite, Tosto e Barros novamente foi agraciado pela recomendação do renomado Chambers Global. Ricardo Tosto, sócio-fundador da empresa, assegurou que a recomendação se deve ao trabalho árduo e criterioso do escritório, e de toda a sua equipe que tenta sempre trabalhar e atender os clientes da melhor maneira possível em todos os momentos. O advogado atua em uma das áreas de maior prestigio do escritório: na Dispute Resolution.

O advogado que é graduado em Direito pelo Mackenzie, além de compor o time de peritos no setor do Contencioso. O mesmo ainda foi avaliado pelo guia Who ´s Who Legal como uma das grandes personalidades em Contencioso no nosso país e na America Latina.

Além desta indicação, o escritório Leite, Tosto e Barros também foi apontado novamente, chegando ao décimo ano seguido, pelo Latin Lawyer 250, outra publicação de renome que também ressaltou os adjetivos do escritório na área de Dispute Resolution. Ricardo Tosto ainda recordou o esforço que a equipe realizou no ano de 2015 para manter a receita do escritório regular, já que foi neste ano que o país entrou em uma grave crise econômica.

Ricardo Tosto disse que os colaboradores trabalharam muito e tiveram de renegociar os honorários com os contratos vigentes. A equipe ainda teve de se alinhar de forma eficaz para adequar custos com a realidade da crise no Brasil. Todo os evolvidos do escritório Leite, Tosto e Barros depositaram confiança no escritório, e o mesmo tentou retribuir a altura;

O sócio fundador do escritório Leite, Tosto e Barros comentou ainda o aumento dos casos relacionados ao Contencioso. Os diversos casos que se tem visto de investigações políticas no pais, impulsionaram os pedidos que tem relação com o direito trabalhista, tributário, além de crimes de colarinho branco. Segundo a publicação e o próprio advogado o escritório é tido como predileto no Brasil por seus contratantes.

Ricardo Tosto ressaltou que os prêmios que receberam são consequência do atendimento e da satisfação de seus clientes. E que eles indicam o comprometimento que tem em oferecer sempre a melhor consultoria e defensoria.

Além da fama que o escritório leva na área do Contencioso, ele ainda traz o estilo full-service aos seus atendimentos, que significa a atuação de especialistas em todas as áreas que o cliente necessitar. Ainda citou as principais especialidades do escritório, dentre elas, a arbitragem, compliance, direito ambiental, penal empresarial, financiamento de projetos, direito administrativo, direito trabalhista e direito tributário, entre outros.

E terminou agradecendo aos clientes a confiança de todos, pois sem isto eles não teriam alcançado tantos prêmios, e que os prêmios apenas reafirmam que o escritório é um dos principais e mais renomados do nosso país.

 

Cresce o número de americanos que pretendem deixar o país por causa de Donald Trump

malas

Durante as eleições de 2016 nos Estados Unidos, que foi considerada uma das mais disputadas da história do país, muitos americanos declararam publicamente que saíriam dos Estados Unidos caso o candidato Donald Trump fosse eleito presidente.

Na época, a ferramenta de pesquisa mais popular do mundo, o Google, chegou a anunciar que houve um aumento surpreendente nas buscas utilizando frases como “mudar para o Canadá” e “mudar para a Nova Zelândia”.

Em novembro, com a vitória de Trump nas eleições, muitas cidadão americanos cumpriram com o prometido e começaram a organizar os seus planos de deixar o país ou, no caso dos americanos que já moravam no exterior, estes adiaram voltar para os Estados Unidos. Essa tendência promete ser cada vez mais significativa graças a adoção de medidas polêmicas e muito contraditórias que estão sendo feitas por Donald Trump nos últimos dias, como por exemplo,  a proibição da entrada de imigrantes de sete países.

Esse é o caso da família de Cori Carl, que juntamente com sua esposa e filhos decidiram deixar para trás uma vida estabilizada no Brooklyn, em Nova York, e se mudar para a cidade de Toronto, no Canadá. Pensando em ajudar outras famílias que também desejam realizar essa mudança, Carl e sua esposa, Daly, decidiram lançar um site com informações essenciais sobre o processo.

Segundo Carl, alguns requisitos são muito importantes para se conseguir o visto de permanência para morar no Canadá, sendo que pessoas com até 35 anos e uma boa formação acadêmica possuem vantagens na obtenção do visto. Além disso, é necessário comprovar ter algumas economias para se manter no país até conseguir um emprego. O interesse pelo assunto é tanto que em poucos meses, os acessos ao site aumentaram mais de 300% em novembro e atingem picos de acesso a cada cada vez que Donald Trump manifesta publicamente opiniões que incitam ódio e intolerância. Além do site, Carl e Daly ainda escreveram o livro “Mudando para o Canadá”, que relata em detalhes como tem funcionado essa experiência.

Porém, o Canadá não é o único país que tem se destacado por receber um fluxo crescente de imigrantes norte-americanos. A Nova Zelândia, país que fica na Oceania e também tem o inglês como língua oficial, também tem sido alvo de interesse por parte dos americanos que não aprovam o governo de Donald Trump.

De acordo com a especialista Sarah Crome, que possui uma agência com foco em imigração para a Nova Zelândia, o aumento no acesso de internautas buscando saber mais sobre o assunto foi de mais de 600% nos últimos meses. Segundo ela, além do idioma em comum, o país se tornou tão atraente para para as pessoas que querem sair dos Estados Unidos pois possui um ótimo nível de qualidade de vida e boas oportunidades de emprego.

 

 

Dinamarca inova e cria o cargo de Embaixador Digital

A Dinamarca, país Europeu com mais de cinco milhões de habitantes, de Produto Interno Bruto (PIB) superior a duzentos e quarenta e oito bilhões de dólares, acaba de criar a mais nova invenção nos cargos públicos. E a figura do “Embaixador Digital”, que representará o país no Silicon Vally, nos Estados Unidos, em que estão instaladas as principais (e mais lucrativas) empresas de alta tecnologia do Mundo, como Aplle, Google e Microsoft.

Para justificar a decisão, o Ministro das Relações Exteriores dinamarquês,Andres Samulsen, em entrevista a um jornal do país afirmou que “Apple, Google e Microsoft se tornaram um tipo de novas nações e nós precisamos lidar com isso”.

“Embaixador”sequer foi ainda nomeado

O “Embaixador” dinamarquês para as empresas de tecnologia ainda não foi escolhido pelo governo.

A atitude da administração do Primeiro Ministro Lars Løkke Rasmussen é inovadora pois trata pela primeira vez grandes corporações capitalistas com importância de Estados-Nação, gesto jamais visto em todos os tempos.

A justificativa do Ministro das Relações Exteriores do País Andres Samulsen “é que essas companhias possuem riquezas superiores a muitos países com os quais Copenhague mantem relações na sua diplomacia tradicional e por isso afetam a Dinamarca como países inteiros”.

O Ministro Samulsen garantiu na ocasião que manterá “o velho modo de pensar que usamos para cuidar nas nossas relações com outros países. Mas nós simplesmente precisamos ter laços mais próximos com algumas das companhias que nos afetam”, destacando ainda que devido à seus lucros se empresas como Aplle e Google e Microsoft fossem países já estariam no G20, o seleto grupo que reúne os vinte países mais ricos do Planeta, do qual participam Estados Unidos, França, Inglaterra Alemanha, China, Japão, Brasil, Argentina, África do Sul dentre vários outros.

Conhecido Pioneirismo

A Dinamarca é conhecida pelo pioneirismo e bem-estar de seu povo. Foi um dos primeiros países a entrar na União Européia, um primeiro de janeiro de mil novecentos e setenta e um. Tem o melhor Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) do mundo, é o país que apresenta a menor desigualdade social do globo é possui os menores índices de corrupção que se tem notícia.

 

 

Especial do jornal ZH, de Duda Melzer ganha reconhecimento no Behance 2016

Com o seu especial ZH Ouro, o qual foi elaborado para as plataformas digitais do jornal durante a cobertura dos Jogos Olímpicos de 2016, o jornal Zero Hora conquistou uma colocação de grande influência no evento Behance Review 2016. Premiado na categoria Webdesign, o ZH Ouro foi criado como um especial dinâmico e criativo para informar de modo fácil as modalidades esportivas praticadas nas Olimpíadas, sendo muito elogiado durante o Behance 2016.

O presidente do Grupo RBS, Duda Melzer, comentou em suas redes sociais sobre o assunto, ressaltando o quanto esse projeto foi motivo de orgulho para a empresa, exaltando ainda que todo esse sucesso só pode ser viabilizado devido a grande colaboração de toda a equipe de profissionais do jornal Zero Hora, que incluem jornalistas, editores de arte e designers. O designer chefe de criação da equipe, Leonardo Azevedo, destacou a imensa felicidade de todos em conquistar esse espaço no Behance Review, lembrando que o mesmo foi disputado por diversos projetos de diferentes lugares do mundo.

Com o projeto ZH Ouro, o intuito era fornecer aos internautas e leitores do jornal uma ferramenta interativa sobre os Jogos Olímpicos, a qual incluísse dados interessantes sobre cada esporte como estatísticas e notícias que fossem relevantes para os leitores, de acordo com o que foi levantado em várias pesquisas feitas com o público pela editoria esportiva do Zero Hora, que faz parte do Grupo RBS, presidido pelo executivo Duda Melzer.

Criado no ano de 2006, o Behance é uma rede social que tem ganho um grande destaque pelo mundo. Um dos objetivos da plataforma é oferecer um ambiente criativo para que os profissionais da área exponham os seus projetos e desenvolvam redes de relacionamento interpessoal. Fundado pelos designers Matias Correa e Scott Belsky, o site conta com mais de 4 milhões de trabalhos já publicados em quase duzentos países distintos.

Por essa razão, obter uma colocação de prestígio no Behance Review de 2016 representou uma grande vitória compartilhada de todo o Grupo RBS, o qual vem investindo em estratégias modernas adotadas pelo presidente Duda Melzer, principalmente no que diz respeito as mídias digitais, para desse modo oferecer aos leitores do ZH uma plataforma interativa e de alta qualidade.

Duda Melzer é formado em Administração de Empresas pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), e atualmente possui o cargo de presidente do Grupo RBS, empresa que foi criada pelo seu avô, Maurício Sirotsky Sobrinho. Depois de finalizar a faculdade, e empresário deu os primeiros passos de sua carreira nos Estados Unidos, cursando um MBA em Harvard e se dedicando a cursos de especialização nesse mercado.

No momento, Duda Melzer está desenvolvendo uma política administrativa bastante elogiada no Grupo RBS, apostando na expansão e no desenvolvimento contínuo das mídias digitais do grupo, que são vistas pelo empresário como o método de comunicação do futuro. Como resultado, o executivo vem acumulando vários prêmios, dos prêmios, como o de Empreendedor do Ano na categoria Family Businnes do ano de 2015 pela Ernst e Young.

 

Cresce setor agropecuário do Rio Grande do Sul, e sobe participação no PIB brasileiro

Não é de hoje que o Brasil vem sofrendo com a crise econômica pela qual passa- a retração na economia é uma realidade que está sendo sentida pelos mais variados setores do país. No entanto, uma boa notícia foi divulgada pela Federação da Agricultura do Rio Grande do Sul – foi observado um crescimento na no setor da agropecuária, o que aumentou em 2% a participação no Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro.

O grande aliado dos pecuaristas que investem para manter o comércio com o exterior tem sido o mercado da exportação do gado. Há cerca de três meses, em outubro do ano passado, foram exportados do Norte gaúcho, 270 animais vivos. A situação foi inédita e deixou os produtores da região e otimistas por poder contar com a alternativa.

O pecuarista Aparício Figueiredo mostra-se animados com as possibilidades, visto que, só da propriedade dele, 90 terneiros já foram exportados . O criador de gado já está pensando em algumas ações que o possibilitem ampliar a relação com os clientes estrangeiros. “Vai ser um novo patamar, um novo comércio do terneiro sem castrar, o terneiro ‘boludo’, e o terneiro castrado”, acentua o pecuarista. Ele ainda acrescenta – “Nós estamos preparando para ver se em fevereiro já faz um grande negócio, um grande comércio. O gado vai valer preço, o gado vai valer dinheiro”. Ele já reservou 200 terneiros com o intuito de vende-los no comércio exterior.

É importante ter claro, contudo, que, para se obter sucesso no setor, a alimentação dos animais é uma etapa fundamental. É ela que garante o desenvolvimento adequado do boi. Na criação de Aparício, por exemplo, trabalha-se com a intenção de manter o peso dos animais entre 200kg e 320kg. Para isso, e também para manter o sabor da carne na hora do consumo e conquistar os cliente estrangeiros, na época do confinamento – sistema de criação que visa acelerar a engorda, com o objetivo de otimizar o processo produtivo – a estratégia pensada por Aparício Figueiredo é preparar o cardápio do animais sem ração, mas incluir o resíduo de soja, a silagem de milho, a aveia coronada branca e o mineral. Afinal, se a carne, tanto em gosto quanto em aspecto, não estiver do agrado dos compradores, o negócio não vai para frente.

Como escolher a Universidade

O que você gosta de fazer? Ler? Escrever? Praticar esportes? Depois disso, pense nas suas disciplinas preferidas. Quais são elas? Por exemplo, se você gostar de Biologia e Química, pode ser um indício de que um curso na área de biológicas ou saúde seja uma boa escolha. Já se preferir história e geografia, você pode ser mais feliz em um curso de humanas.

Depois disso, pense em como você se imagina daqui 10 anos. Dentro de um escritório, em uma indústria, fazendo pesquisas de campo? Qual local seria ideal para você trabalhar? Anote tudo, pois isso vai ajudar a selecionar cursos.

PROCURE CURSOS QUE OFEREÇAM O QUE VOCÊ QUER

Entendendo os seus gostos, você já vai ter uma noção de que área que combina com você. Depois que chegar à essa conclusão, pesquise os cursos existentes dentro dessa grande área. Leia sobre eles, descarte os que você achar que não são interessantes para o seu caso e anote os que achar que podem boas alternativas.

PESQUISE AS MATÉRIAS

Provavelmente, ao chegar nessa etapa, você terá selecionado três ou quatro cursos que lhe interessaram. Procure sobre eles na internet, principalmente nas páginas das universidades. Veja quais são as matérias você terá que estudar e onde o curso está disponível, para ver se você tem condições de se mudar para realizá-lo. Alguns cursos são oferecidos em poucos lugares e isso pode se tornar uma grande limitação.

CONVERSE COM PESSOAS DA ÁREA

Se tiver oportunidade, converse com um profissional de cada uma das profissões pelas quais você se interessou. Eles poderão falar mais sobre cotidiano, mercado de trabalho, entre outros. Isso ajudará na sua escolha. Você também pode entrar em grupos do Facebook e perguntar para os profissionais. Conte que está em dúvda e que gostaria de saber a opinião deles. Todo mundo costuma ajudar e você terá uma visão melhor do que está acontecendo na área.

FAÇA TESTES VOCACIONAIS

Alguns psicólogos fazem esse tipo de teste para ajudar na orientação dos estudantes. Se você tiver essa oportunidade, pode ser uma boa forma de descobrir qual é a melhor área para você.

Lembre-se de que a profissão é sua e você provavelmente vai passar o resto da sua vida trabalhando nela. Portanto, não é porque a sua tia acha bonito ser advogado que você deve largar o sonho de ser músico e encarar um curso que não atende seus objetivos. A decisão é sua!

PENSE NAS FORMAS DE PAGAMENTO

Nem sempre é possível pagar o curso mensalmente, pois as mensalidades são caras. Por isso, a dica é pesquisar e descobrir se nas universidades que oferecem o curso que você quer, há possibilidade de conseguir bolsas ou fazer um financiamento através do FIES ou do PRAVALER. Verifique as universidades e faça uma simulação!

veja também aqui