Twitter pretende reprimir conteúdo abusivo

twitter-logo-final

Para conseguir finalmente identificar as contas com comportamento abusivo em sua rede social, o Twitter vai lançar uma atualização que utiliza de algoritmos para supervisar e rastrear notícias falsas entre outras publicações que vão contra as normas da empresa. Nova medida vai contra o antigo modelo do twitter de confiar em seus usuários.

De acordo com a maioria dos usuários que já tiveram suas paginas denunciadas por abuso, rede sociais como twitter e o próprio Facebook, contam com o relatório feito pelos próprios usuários para tomar conhecimento de potenciais abusos das regras de uso. Além disso, o twitter agora passará a utilizar tecnologia para limitar algumas comunicações.

Uma das restrições que podem ocorrer a partir de agora no twitter, algumas páginas podem ficar sem funcionar por um período indeterminado, até que as acusações presentes em relatórios sejam analisadas. Até então sempre que uma conta ou pagina fosse denunciada, a medida da empresa sempre foi excluir a pessoa da rede.

Apesar de ter informado as novas medidas, representantes da rede social deixaram bem claro que só pretendem agir desta forma, em páginas ou contas que tenha sido comprovado através dos algoritmos que exista comportamento abusivo.

Os representantes pediram para os usuários paciência em primeira estancia. Está é uma tecnologia nova, e novidade sempre apresenta, inicialmente, alguns erros, que serão avaliados e concertados.

O twitter também vai passar a integrar um filtro na feed de notícias de cada usuário, assim cada um vai visualizar apenas aquilo que deseja. O filtro vai poder pré-estabelecer conteúdo indesejável geral, ou de alguma conta especifica.

As novas atualizações fazem parte de uma serie de mudanças realizadas na rede social para tentar combater de forma mais drástica o conteúdo abusivo. No mês passado a empresa disse que usaria de tecnologia para começar a impedir que pessoas que já tenham sido excluídas da rede voltem a criar novas contas.

A rede social informou que tecnologia vai registrar e-mails, nome e IP da pessoa indesejada para tentar bloqueá-la toda vez que decidir voltar.

Nos últimos anos, a maioria das redes sociais vem enfrentado criticas de seus usuários a respeito do aumento do comportamento abusivo. Queixas vão de comentários ofensivos, até a postagem de fotos e textos considerados preconceituosos, ou que de alguma forma, expõe publicamente, e de forma pejorativa, outros usuários.

O Vale do Silício tem enfrentado constante pressão de autoridades para tentar combater, notícias falsas, e os recentes atentados de violência marcados pela internet, normalmente em redes sociais.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *