Brasil desperdiça o seu potencial turístico

 

Resultado de imagem para turismo brasil

Pesquisa revela que o Brasil possui potencial turístico, mas acaba desperdiçando com problemas estruturais. Ele possui patrimônios naturais e biodiversidade em maior quantidade do planeta, mas por outro lado tem funcionamento precário em segurança, infraestrutura, trabalhadores especializados e outros problemas.

Esses resultados foram divulgados pelo Fórum Econômico Mundial, que numa lista de 136 países, o Brasil está em primeiro lugar em potencial de seus recursos naturais, mas perde para outros países, em quase todos os outros 13 itens da lista. Ele acaba caindo para 27° lugar.

Essa organização monitora desde 2007, os recursos e serviços para o turismo internacional.

Esse órgão também avaliou, que o Brasil apresenta recursos culturais bem fortes, patrimônios, eventos esportivos e entretenimento além de estrutura turística razoável, mas perde em outros itens.

O Brasil caiu em relação às pesquisas anteriores, nos itens de ambiente de negócios (129° lugar), que inclui eficiência legal e impostos; segurança (106°) e mão de obra (93°).

As posições de infraestrutura terrestre e portuária também não foram boas (112°), saúde e higiene (70°) e sustentabilidade (66°).

Apesar desses números, o Brasil melhorou, pois, seus dados anteriores eram de 59°lugar em 2007 e 28° lugar em 2015. Em relação aos países da América Latina, o Brasil ficou atrás apenas do México, que está em 22° lugar. Os países que ficaram nas primeiras posições foram Espanha, França e Alemanha. A Europa está com o melhor desempenho entre os continentes, pois entre os dez melhores colocados, seis estão localizados nela.

Com as olimpíadas no ano de 2016, o turismo brasileiro foi bem grande, apesar da epidemia de Zika ter prejudicado a visibilidade do país. O Brasil acabou recebendo 6,6 milhões de turistas estrangeiros, com um aumento de 4,8% em relação ao ano anterior. O governo brasileiro está empenhado em promover melhorias, para que em 2022 esse número chegue a 12 milhões.

O Ministério do Turismo lançou o plano “Brasil+Turismo”, para que haja um aumento de competitividade no setor. Esse plano tem como principal medida, a liberação de 100% do capital das empresas aéreas nacionais  ao capital estrangeiro , contra os atuais 20%. A medida provisória (MP) foi assinada pelo presidente Michel Temer. A MP vai entrar em vigor, mas tem que ser aprovada pelo Congresso Nacional, mas partidos como PT, PDT e PSOL defendem que essa medida, poderia prejudicar a aviação regional. Mas é defendida pelo ministério como forma de capitalizar companhias nacionais e aquecer o setor.

O Brasil ainda aparece de acordo com o Fórum Econômico Mundial, em 40° no ranking em relação a infraestrutura aérea.

O ministério ainda incluiu medidas para a capacitação de pessoas e implantar o visto eletrônico, onde turistas de EUA, Canadá, Austrália e Japão teriam direito em 48 horas a um processo digital.

Foi realizada uma pesquisa recente, com cerca de 2 mil pessoas, feita pelo Ministério do Turismo, em que 86% acreditam que investimentos no setor iriam aumentar o número de empregos e turistas.

 

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *