Eis a questão: consumir óleo de coco ou não?

 

Resultado de imagem para oleo de coco

Provavelmente em algum lugar você já deve ter ouvido: não consumo carne porque faz mal à saúde, deixei de tomar café porque pode ser muito prejudicial à saúde.

Por falta de um pouco mais de atenção ao que é noticiado nos meios de comunicação muita gente acaba distorcendo algumas afirmações relacionadas à alimentação e acabam transformando-as em verdadeiras restrições ou proibições para a suas vidas.

Essas pessoas, em certa medida, parecem até que têm um pouco de razão já que, frequentemente, são divulgados novos estudos negando ou contrariando as pesquisas de um estudo anterior sobre algum tipo de alimentação.

Numa hora uma pesquisa aponta que consumir ovos pode acarretar no aumento do colesterol, já noutro estudo pesquisadores afirmam que o consumo de ovos só traz benefícios para quem os consome.

Da mesma forma já aconteceu em pesquisas sobre o café, o óleo, a manteiga e a margarina e uma lista enorme de outros tipos de alimentos.

No momento, ao que tudo indica, o produto que segue como sendo um dos mais analisados pelos estudiosos nos laboratórios científicos é o óleo de coco.

O produto também parece ser atualmente o alimento da moda, sempre aparecendo como sugestão alimentícia nos quadros televisivos de culinária e também nas redes sociais através das celebridades.

No entanto, do mesmo modo que o óleo de coco passou a ser o óleo comestível mais falado e procurado por um grande número de pessoas, também poderá deixar de ser o mais requisitado pelos consumidores, pois, segundo um estudo recentemente divulgado, o alimento pode ser nocivo a saúde.

Mas, como se costuma afirmar por toda parte, nada é definitivo nessa vida e, portanto, não devemos ser tão radicais quanto aos produtos que fazem parte da nossa alimentação, exceto em casos de prescrição médica.

Daqui a pouco pode ser divulgada uma nova pesquisa afirmando que o consumo do óleo de coco em pequenas quantidades só faz bem à saúde, semelhante a um dos estudos sobre o consumo de bebidas alcoólicas.

Por anos foi divulgado que a ingestão de bebidas com qualquer teor alcoólico causaria danos ao consumidor, no entanto, depois de novas pesquisas os especialistas concluíram que não era para tanto, e começaram a afirmar que o consumo de uma dose de vinho é até bom para se manter saudável.

Hepatite B, aprenda a se prevenir

prioritariamente células do fígado, que são atacadas pelo vírus VHB, de maneira direta, ou pelas células de defesa, que ao tentarem combater o invasor, fazem um processo inflamatório.

O vírus causador deste tipo de hepatite tem condições de permanecer vivo por dias em ambientes fora do corpo humano. Quando infectado o individuo pode desenvolver várias formas da enfermidade como: a hepatite aguda, hepatite crônica, hepatite fulminante, formas raras da doença que podem ocasionar em situações graves, levando até mesmo a morte.

O vírus pode ser encontrado no sangue, na saliva, no sêmen e em secreções vaginais e por isso pode ser transmitido no parto, de mãe para filho, além de poder ser transmitido em ferimentos tanto na pele quanto na mucosa, ao utilizar drogas injetáveis e em transfusão de sangue.

A hepatite B é considerada uma DST (Doença Sexualmente Transmissível), já que relações sexuais podem ser um meio de transmissão, pois vírus está presente em secreções sexuais.

O diagnóstico pode ser feito através de exames físicos e também de sangue, que apontam a quantidade das transaminases e antígenos do vírus na detecção do DNA, em certos casos é aconselhável à biopsia no fígado.

Os principais sintomas desta enfermidade são semelhantes aos sintomas da hepatite A, como náusea, vômito, mal estar, cansaço, febre, dores abominais e musculares, urina escura e icterícia.

A hepatite pode muitas vezes passar despercebida, já que no inicio é assint, ou são sintomas assintomática, ou possui sintomas considerados “normais” que não chamam a atenção.

Na grande maioria dos casos os pacientes evacuam o vírus de forma espontânea, até chegar à cura definitiva. Mas em casos raros é possível que o vírus VHB continue no organismo humano, tornando a doença crônica.

O jeito mais fácil de prevenir a infecção VHB é tomar todas as doses indicadas da vacina da hepatite B, a segunda vacina tem der ser tomada trinta dias após a primeira, e a terceira vacina, seis meses a contar da primeira.

Os indivíduos que precisam tomar a vacina são: recém-nascidos, crianças e adultos que não foram vacinados no nascimento, indivíduos com vida sexual ativa, pessoas com algum tipo de enfermidade, precisam de transfusão de sangue, ou precisam de hemodiálise. Usuários de drogas injetáveis, profissionais da saúde, doadores de medula óssea, policiais, portadores de HIV e também podólogos, manicures e também vítimas de abuso sexual.

O tratamento de hepatite B, na grande maioria dos casos tem como foco aliviar os sintomas e diminuir o máximo possível possíveis complicações. Não há um consenso sobre o medicamento antiviral, depende de cada medico e contrariando os antigos tratamentos, o paciente não precisa permanecer em repouso absoluto ou até mesmo de cama. Precisa apenas não praticar muitas atividades físicas ou fazer esforço em demasia.

Ao contrário do que se pensa, nem todas as pessoas que adquirem hepatite B, com o devido diagnostico, necessitam de um tratamento imediato. Quando necessária à utilização de medicamentos, eles diminuem a replicação do vírus e ainda auxiliam em possíveis inflamações.

 

Inspirado por monstros do metal, Cassio Audi é inspiração de muitos bateristas

O heavy metal e suas vertentes fizeram história por onde passaram e aqui no Brasil esta história não foi diferente. O heavy metal produzido aqui no Brasil sempre teve o poder de conquistar gerações de novos públicos por décadas aqui e fora do país. Com suas raízes voltadas para o som pesado e rica em técnica musical, ele contagiou muitos jovens que se inspiraram a começar a tocar na garagem.

Com suas linhas de guitarra e baixo sempre marcantes, vocalistas que buscam notas no extremo de suas vozes e uma bateira que impulsiona tudo isso como um motor V8, o heavy metal de bandas como AC/DC, Iron Maiden, Metallica, Black Sabbath, Manowar, Judas Priest, Motorhead, Helloween, entre outras, serviram de inspiração para bandas como Sepultura, Overdose, Azul Limão, Ratos de Porão, Sarcófago, Korzus, Viper, entre outros grandes nomes.

Quem é inspiração de quem tende a se misturar nesta história. Ozzy Osbourne já admitiu nos anos 80 que a voz de Max Cavalera, (ex vocalista da banda Sepultura), era sem dúvidas um marco do heavy metal e nunca escondeu sua admiração pela voz e performance do brasileiro. A banda Viper, que também começou em uma garagem, tocando na escola junto com os amigos e consagrando a forte cena do metal na década de 80, passou a ser muito conhecida com o lançamento da discografia “Soldiers of Sunrise”.

A banda Viper teve em sua primeira formação Pit Passarel no comando do baixo, André Matos já arrepiando desde aquela época com sua voz que anos mais tarde, o colocaria a um passo de quase se tornar vocalista do Iron Maiden. Os guitarristas Felipe Machado e Yves Passarel e o peso do ritmo marcado pelo baterista Cassio Audi. Assim como o Sepultura, Ratos de Porão e outras grandes bandas que surgiriam nos anos 80, Viper escreveu o seu nome na história e nos corações de legiões de headbenger e faz isso até hoje.

Nesse cenário de grandes talentos musicais e grandes promessas, muitas bandas foram criadas com a saída dos integrantes desses grandes monstros do heavy metal, formando outras bandas ou fazendo carreira a solo. Isso acontece sempre no mundo da música e mesmo antes delas serem famosas, acaba acontecendo naturalmente. Como é o caso do Markus Kleine, Anderson Ribeiro, substituídos por Cassio Audi nos primórdios da banda Viper e anos mais tarde, em 1989, Cassio Audi acabou sendo substituído pelo baterista Guilherme Martin. André Matos também deixou a banda Viper para continuar sua faculdade de música e logo em seguida dando origem a consagrada banda Angra.

Um outro grande baterista surgiu junto com o Angra de André Matos, Aquiles Priester marcou o seu nome na história do heavy metal junto com Cassio Audi, Lars Ulrich, Mike Portnoy, Igor Cavalera, Nicko McBrain, entre grandes feras do mundo da música. Seja o heavy metal brasileiro ou feito lá fora, seja a música clássica que serviu de base para este estilo magnífico de se fazer música, ou seja pela forma encantadora com que este estilo evoluiu, inspira por onde soa.

Que esses grandes nomes da história da música e suas obras-primas musicais sejam sempre lembrados e sirvam de inspiração para que outros grandes nomes possam surgir, como é o caso do ex baterista do Nirvana, Dave Grohl, que nos anos 90 se tornou um grande nome na história da música e que teve como inspiração baterista como: Cassio Audi (Viper), Lars Ulrch (Metallica) e Igor Cavalera (ex-Sepultura) entre outras grandes inspirações marcantes.

Quais são as fases para parar de fumar?

Resultado de imagem para parar de fumar?

Conseguir fazer uma pessoa parar de fumar sempre é uma situação difícil, e justamente por isso muitos não tem noção de como ajudar e infernizam a pessoa para que ela largue logo o vicio, só que muitas vezes isto só piora a condição da pessoa.

O primeiro passo para conseguir largar o cigarro, é reconhecer que o mesmo faz mal, e que a pessoa não larga, pois não é tão fácil assim, já que a nicotina causa uma dependência tão forte quanto a de muitas drogas.

Os indivíduos que estão fora do problema e tem plena consciência dos malefícios do cigarro, querem livrar o ente querido o mais rápido possível, e na grande maioria das vezes é contraproducente.

Para a pessoa ter a percepção do vicio, existem cinco estágios: A primeira fase é a da pré-contemplação, neste momento, o fumante afirma que na hora que bem entender consegue largar, e que o fumo na verdade não faz tão mal como afirmam e que sua saúde esta excelente. Neste momento para auxiliar o bom é não condenar, e sim apoiar, alertar que caso a pessoa precise, estará lá para o que for preciso.

A segunda fase é conhecida como a fase de contemplação, ou seja, nesta fase há uma percepção de que existe um vicio e que precisa largar, mas não consegue se imaginar sem o tabaco, nesta etapa existem estágios entre determinação e covardia e por isso é aconselhável encaminhar o paciente para um médico, mas de maneira sutil ou a grupos de apoio, caso aja a possibilidade.

Já neste momento se o médico quiser auxiliar é prudente, mas sempre tomando cuidado com as palavras. É sempre bom ressaltar as vantagens de parar de fumar e discutir os meios para resistir à abstinência.

A terceira fase é considerada a fase da ação, e se inicia a partir do momento em que o paciente marca seu último cigarro, nesta situação o paciente precisa de apoio dos familiares, amigos e o auxilio de um medico, pois precisa de apoio. O que mais desencoraja o paciente é o medo do fracasso e de desapontar as pessoas próximas. Medicamentos que reduzem os sintomas da abstinência e adesivos de nicotina auxiliam bastante a pessoa a manter-se no foco.

E as últimas fases são conhecidas como as de manutenção onde o ex – fumante apresenta sua nova condição para as pessoas que convive e em muitos casos é nesta fase que o ex – fumante que utiliza adesivos os deixa de utilizar, a partir deste ponto é a pessoa por si só, e após os seis meses a maioria dos pacientes revelam que o desespero desaparece e por isso as desistências aparecem antes desta fase.

Muitos fumantes antes de conseguirem se livrar totalmente do vicio, precisam de inúmeras tentativas, justamente por isso caso o paciente regrida, é necessário saber para qual fase regrediu, e tentar não recriminar, pois isso dificulta largar o vicio novamente. Para ajudar é necessário dizer que fracassar não é uma humilhação e dar todo o apoio necessário para que o paciente persista no seu caminho.

Além de todas estas ações, estudos revelam que a prática de esportes auxiliam neste processo, já que gastam a energia e fatores externos, como a ansiedade e o estresse que levem o individuo de volta para o vício.

Quando saiu o resultado da lista de espera do ProUni do 2º semestre de 2017

Para a alegria de alguns vestibulandos que aguardavam ansiosamente pelo resultado da lista de espera do Programa Universidade para Todos (ProUni), este foi então divulgado, no dia 13 de julho deste ano, uma quinta-feira, pelo Ministério da Educação. E nesse caso, já que tratava-se da lista de espera para o segundo semestre do mesmo ano, sendo a divulgação já prevista para o referido dia, cabia aos remanescentes, a partir dessa data, duas alternativas para que checassem o resultado: ou eles acessariam a página da instituição de ensino para a qual se candidataram, ou então teriam de ir presencialmente até lá, para enfim saber se passaram ou não.

No entanto, fosse a forma de consulta escolhida, nos dois casos foi exigido dos aprovados o comparecimento à instituição de ensino, para que levassem todos os documentos necessários para comprovarem as informações que foram por eles fornecidas em suas respectivas inscrições no ProUni. Comparecimento esse que tinha um prazo muito curo, de apenas dois dias, entre uma segunda e uma terceira-feira, 17 e 18 de julho, respectivamente.

Terminada essa referida etapa, foi então encerrado todo o processo seletivo do programa para o segundo semestre deste ano, 2017. Afinal, duas outras chamadas regulares já haviam sido feitas antes, neste mesmo ano. E além disso, é mais pertinente ainda lembrar que, só nessa segunda edição do ProUni em 2017, já haviam sido oferecidas 147.492 bolsas de estudos, cujo total distribuía-se entre 1.076 entidades privadas de ensino. Assim, vale pontuar também, que os candidatos estiveram concorrendo a essas vagas numa diversidade tamanha de cursos que contabilizou-se 27.237 opções.

Já em relação à porcentagem dos tipos de bolsa que somavam as mais de 147 mil totais do Programa Universidade para Todos de 2017, sabemos que 67 mil delas eram de fato integrais, ou seja, as bolsas da modalidade onde o governo cobre 100% dos custos do estudante na instituição privada de ensino. Já em relação ao outro tipo de bolsa, chamadas ‘bolsas parciais’, ou seja, em relação àquelas da modalidade onde o governo apenas cobre 50% da mensalidade do curso escolhido, ficando então o restante, os outros 50%, a cargo do aluno, tem-se um total de 79.889, então fornecidas aos estudantes aprovados durante o ano.

Por fim, faz-se importante recordar que só puderam concorrer a uma das bolsas integrais do ProUni, aqueles candidatos cuja a renda familiar bruta mensal, por pessoa, fosse comprovadamente de até um salário mínimo e meio. Já no caso das bolsas parciais, bastaria ser comprovada uma renda familiar bruta mensal de até três salários mínimos por pessoa.

 

Confira os principais lançamentos da San Diego Comic-Con 2017

Resultado de imagem para stranger things

A maior feira da cultura pop dos Estados Unidos, San Diego Comic-Con 2017, começará dia 19 de julho, e produções da DC, Marvel, além do tão aguardado “Death Note” estarão lá.

O evento que acontece anualmente tem o objetivo de mostrar os grandes lançamentos, e o universo Comics marcou presença de peso: “supergirl”, “The Flash”, “Arrow” e muitos outros.

Veja abaixo a lista com os principais lançamentos da San Diego Comic-Con 2017 e seus respectivos dias:

 

19 de julho:

Deception

Krypton

Deception

Episódio-piloto da série da ABC na qual o ilusionista Cameron Black se une ao FBI para encontrar um mágico e um traficante internacional.Krypton – Série sobre a família do “Superman”.

 

20 de julho:

Maze Runner: A Cura Mortal

Fênix Negra

Teen Wolf

Bright

Death Note

Maze Runner:

A Cura Mortal – Prevista para fevereiro de 2018.Fênix Negra – A saga será adaptada pelo novo filme do “X-Men”.

Teen Wolf – A série chegará ao fim, mas ganhará um painel especial para celebrar a última temporada.

Bright – No longa dirigido por David Ayer, um humano (Will Smith) e um orc (Joel Edgerton) protegem uma varinha mágica de criminosos e muitas criaturas sobrenaturais.

Death Note – A tão aguardada adaptação do mangá da dupla Tsugumi Oba e Takeshi Obata promete ser o grande lançamento da Netflix junto a “Bright”.

 

21 de julho:

The Big Bang Theory

The Walking Dead

Defensores

The Big Bang Theory

Terá uma apresentação especial pelos 10 anos da série.

The Walking Dead – A gravação do 100º episódio e os eventos da sétima temporada serão temas discutidos no evento.

Defensores – A série da Netflix reunirá “Demolidor”, “Luke Cage”, “Jessica Jones” e “Punho de Ferro” com estreia para agosto.

 

22 de julho:

Liga da Justiça

Stranger Things

Black Lightning

Liga da Justiça – Batman e Mulher-Maravilha juntos para salvar o planeta ao lado de outros defensores como Flash, Ciborgue e Aquaman.

Stranger Things – A 2ª temporada chega em outubro, mas um vídeo inédito já será exibido durante a feira.

Black Lightning – Mais uma série da CW inspirada nos personagens da DC.

 

23 de julho:

Supernatural

Doctor Who

Dirk Gently’s Holistic Detective Agency

Supernatural – A série vai entrar na 13ª temporada e as perguntas do público poderão ser respondidas pelo elenco e produtores.

Filho de Jimmy Kimmel é salvo de doença

Image result for Filho de Jimmy Kimmel é salvo de doença

Jimmy Kimmel é um apresentador conhecido por sempre ter um tom humorístico em seus programas, no entanto, um drama em sua vida particular deixou o tom de seu discurso dramático quando ele compartilhou com o seu público os momentos difíceis que seu filho recém-nascido passou.

Ao ser diagnosticado com um defeito cardíaco o filho do apresentador teve que passar por uma cirurgia. Após três horas do parto normal, o seu filho começou a ficar com uma cor roxa. Imediatamente uma enfermeira percebeu que havia alguma coisa fora do normal com aquele bebê e então o encaminhou para uma seção de exames, em pouco tempo foi detectada no filho do Jimmy Kimmel uma doença cardíaca, então constatou-se que a situação era grave. Com um tom mais leve o apresentador disse: “Tivemos até ateus rezando por nós”.

A doença é chamada de Tetralogia de Fallot que consiste em um defeito cardíaco congênito que acarreta mistura de sangue arterial oxigenado com sangue venoso, por esse motivo foi necessário uma cirurgia na criança com apenas três dias de vida.

A duração da cirurgia causou uma aflição no pai que disse: “Foram as três horas mais longas da minha vida”. Ainda será necessário que sejam realizadas mais duas operações uma depois de seis meses e outra na pré-adolescência.

Uma das questões que foram levantadas dizem respeito ao privilégio que algumas pessoas com um poder aquisitivo têm, porque segundo Kimmel, nenhum pai deveria ser questionado se está apto a pagar uma cirurgia que salvará a vida de seu filho. Um ponto que foi discutido durante o programa é a defesa da implantação do Obamacare nos Estados Unidos, que é um sistema que tem o objetivo de aumentar o acesso à saúde criado na gestão de Barack Obama.

O Obamacare procura trazer um atendimento de saúde principalmente para a população mais pobre com o direcionamento de verbas federais ao plano Medicaid. Com o novo presidente Donald Trump, o Obamacare sofre o risco de ser substituído e revogado, no entanto, houve uma derrota significativa na votação para que o projeto deixasse de ser aplicado, mas ainda existem esforços para que o sistema seja alterado.

De acordo com o apresentador: “Em 2014, se alguém nascia com cardiopatias congênitas como ocorreu com meu filho, havia uma boa chance de não conseguir plano de saúde porque ela já tinha uma doença pré-existente. Se seus pais não tinham plano de saúde é possível que nem sequer (a criança) vivesse o suficiente para ser rejeitada (no tratamento pelo plano de saúde)”.

No Youtube o alcance do vídeo do Jimmy Kimmel no canal do seu programa falando sobre a doença de seu filho e o sistema de saúde teve mais de 2 milhões de visualizações.

 

Eduardo Sirotsky Melzer na lista de Cambridge dos 17 líderes globais de empresas familiares

Resultado de imagem para eduardo sirotsky melzer

Eduardo Sirotsky Melzer mais uma vez está na lista chamada “17 Next Generation Family Enterprise Leaders to Watch in 2017”, realizada pelo instituto de pesquisa e educação Cambridge Institute for Family Enterprise (Instituto Cambridge de Empresas Familiares) – o executivo é presidente do Grupo RBS desde 2012.

A lista em questão elenca os principais e mais influenciadores líderes em negócios empresariais e filantrópicos no mundo. Trata-se dos 17 líderes da próxima geração de empresas familiares para se observar em 2017. A lista costuma ser composta por líderes membros de empresas familiares engajadas em atividades inovadoras, com menos de 50 anos, que tenham provado sua capacidade no comando desses negócios, e com valores que buscam perpetuar um legado que contribua para a evolução da sociedade.

Já é a terceira vez consecutiva que o nome de Eduardo Sirotsky Melzer, que também é conhecido como Duda Melzer, vai para o ranking. O empresário também já foi premiado, em 2015, como Empreendedor do Ano (Ernst e Young), na categoria Family Business.

Um dos maiores especialistas em empresas familiares do mundo e também presidente do time de peritos em negócios familiares que escolheu os 17 integrantes da lista de Cambridge – o professor doutor da Harvard Business School John Davis – salienta que “eles são pioneiros, estão redefinindo a forma de liderar, não apenas pela excelência com a qual lideram as organizações de suas famílias, mas também pelo seu impacto na sociedade, e merecem ser reconhecidos”.

Além de Eduardo Sirotsky Melzer, também foram nomeados para a lista Ricardo Villela Marino, Chelsea Clinton, John Elkann, Holly Branson, Axel Dumas, Simone Bagel-Trah, Suphachai Chearavanont, Adriana Cisneros de Griffin, Galahad Clark, Will Deague, Ben Goldsmith, Nisha Jagtiani, Glauco Lolli-Ghetti, Michael Sellman, Mikkel Vestergaard Frandsen e Alannah Weston.

O presidente do Grupo RBS

Eduardo Sirotsky Melzer é quem preside atualmente o Grupo gaúcho de comunicação – um conglomerado de mídia brasileiro – fundado em 31 de agosto de 1957, pelo seu avô, Maurício Sirotsky Sobrinho.

O executivo é formado em Administração de Empresas pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) e Mestre em Administração de Negócios. Ele ingressou na companhia de comunicação dos Sirotsky em 2004 – no cargo de Diretor-Geral para o Mercado Nacional. Antes de assumir a presidência da rede de comunicação no ano de 2012, Eduardo Sirotsky Melzer ainda passou pelos cargos de Vice-Presidente de Mercado e Desenvolvimento de Negócios e Vice-Presidente Executivo do Grupo RBS.

Mais recentemente, em 2015, o empresário também chegou à presidência do Conselho de Administração da companhia gaúcha. Ele ainda é chairman e fundador da e.Bricks – empresa de investimentos no setor digital com atuação no Brasil e Estados Unidos.

Sobre o Cambridge Institute for Family Enterprise

Fundado por John A. Davis, o instituto é uma empresa global de pesquisa e educação dedicada às principais questões enfrentadas por empreendimentos familiares multigeracionais.

O Cambridge Institute for Family Enterprise é um espaço para os empreendedores buscarem aprender, trocar ideias, se desenvolver e posicionar as suas companhias para que permaneçam bem-sucedidas por muitas gerações.

 

Novo filme do Homem-Aranha tem o ator Tom Holland

Image result for Homem - Aranha de Volta ao Lar

Homem – Aranha de Volta ao Lar é a nova versão cinematográfica das histórias em quadrinhos da Marvel. No filme o super-herói está mais jovem e quem interpreta o papel é o ator Tom Holland, com 20 anos de idade. Anteriormente o ator tinha participado como coadjuvante em Capitão América – Guerra Civil.

A estreia do longa está prevista para o dia 6 de julho e conta com a direção de John Watts. O jovem Peter Parker está muito animado e empolgado com as mudanças que estão acontecendo com ele por causa da descoberta de seus superpoderes, em meio a essa novidade existe um conflito sentimental porque Peter não sabe ao certo o que realmente sente por Liz (Laura Harrier), uma jovem que até então é sua amiga.

Para promover o filme, os atores Tom Holland e Laura Harrier vieram para São Paulo, a visita rendeu passeios por pontos turísticos como o Beco do Batman que fica localizado no bairro da Vila Madalena e a restaurantes na cidade. Parece que o ator gostou de conhecer os lugares tipicamente visitados pelos turistas.

Nessa mais nova versão, De Volta ao Lar já está com as gravações terminadas e está em processo de finalização. O próximo país que ator tem visita agendada para a divulgação depois do Brasil é o México, depois o trabalho continuará no set de filmagem em Atlanta de Os Vingadores – Guerra Infinita. Holland ainda não declarou em detalhes como é sua participação no filme, pois de acordo com ele a equipe das filmagens ainda não revelou como se dará sua entrada na história. Em sua entrevista coletiva para a imprensa ele diz que não consegue segurar as novidades por muito tempo, principalmente nas redes sociais.

Desde que o primeiro filme do Homem-Aranha estreou nos cinemas já se passaram 15 anos, depois vieram as continuações 2 e 3 com o ator Tobey Maguire e a direção de Sam Raimi. Posteriormente veio uma nova trilogia “O Espetacular Homem Aranha”, quem fez o herói foi o ator Andrew Garfield, na direção esteve Mark Webb. O sucesso dessa nova versão foi grande, no entanto, no segundo filme a crítica não se agradou muito ainda que o público tenha se mantido. Por razões ainda não esclarecidas a trilogia acabou no segundo filme, talvez a integração do herói no universo Marvel tenha sido um motivo para parar a continuidade da trilogia.

Em relação sobre como realizou o sonho de conseguir o papel o ator disse: “Represento a terceira geração do Homem-Aranha. Anos atrás dizia brincando que ia suceder a Andrew (Garfield). Quando houve o anúncio de que a Marvel estava testando atores jovens, pedi a meu agente que me conseguisse uma audição de qualquer jeito. Ralei me preparando, mas o sonho se realizou.”

 

Sensação de vertigem e enjoo pode ser labirintite

Image result for Sensação de vertigem e enjoo pode ser labirintite

São várias as causas da labirintite que causa desajustes nas profundezas do ouvido e uma sensação de vertigem e enjoo.

 

Alguns dos motivos que causam a labirintite são a restrição de sangue, a falta de postura e outras doenças que prejudicam fluxo de sangue de modo a afetar o labirinto. A diabetes descontrolada e o uso inadequado de medicação que podem irritar a estrutura interna do ouvido, ocasiona a tontura. A enxaqueca também deixa a pessoas mais vulnerável a vertigem rotatória e a sensação de que tudo está rodando.

O tratamento é feito através de remédios que sedam o labirinto sendo a primeira opção de tratamento. Outra opção é colocar sensores na língua do paciente e fazer com que ele mova a cabeça fazendo com que os sensores estimulem novos circuitos cerebrais. Submeter o paciente a uma sequência de posições fazendo com que o labirinto volte ao seu lugar, também é outra opção chamada de Manobra de Epley.

O labirintite também faz com que as pessoas fiquem enjoadas e zonzas quando utilizam alguns meios de transporte que causa uma ausência de sintonia entre visão e labirinto, que podem ser evitadas com algumas recomendações como, fixar o olhar em um único ponto, não ficar muito tempo sem se alimentar, não ingerir álcool, evitar a leitura e mexer no celular e ficam bem longe de cheiros fortes.

O labirinto e o cérebro são conectados por meio de nervos vestibulares e essa região fica inflamada por meio de vírus e micróbios que deixam a cabeça confusa onde surgem os sintomas da labirintite.

O labirinto fica dentro do ouvido interno, e possui o sáculo e utrículo que é uma estrutura onde pequenos cristais que pressionam as células que nos dá noção da posição do corpo em pé ou deitado. Ele funciona através dos canais semicirculares que percebem os movimentos do corpo e da cabeça e a labirintite faz com que esses cristais se soltem pelos canais caindo em lugares errados que fazem com que a densidade desse líquido altere os sinais enviados para o cérebro dando a sensação de tontura e enjoo.

A labirintite normalmente se manifesta entre os 40 a 50 anos de idade devido a alterações metabólicas e os níveis de colesterol, triglicérides e ácido úrico que podem levar a alterações das artérias reduzindo a quantidade de circulação de sangue em algumas regiões do cérebro e do labirinto. Alguns fatores aumentam os riscos da labirintite como hipertensão, diabetes e hipoglicemia, assim como também o uso de álcool, tabagismo, café e até mesmo o uso de algumas medicações como anti-inflamatórios e antibióticos.

Os sintomas são bem desconfortantes, como sudorese, náuseas, vômitos, perda de audição e desequilíbrio. No sintoma de vertigem é uma sensação de pisar no vazio, é como se ao redor tudo girasse.

Veja também: Alimentos que causam dor de cabeça