Universidades privadas aceitam nota do Enem abaixo da exigida em Prouni e Fies

Atualmente, existem uma gama enorme de universidades privadas que aceitam a nota do Enem – Exame Nacional do Ensino Médio, como pontuação para o vestibular. Isso porque o programa tem sido utilizado cada vez mais pela população. No entanto, para isso existe uma nota de corte que é exigida na hora de utilizar a nota do Enem como pontuação do vestibular.

Mas essa nota de corte não tem sido respeitada pelas instituições de ensino superiores privadas, que segundo o MEC – Ministério da Educação, prevê que as notas de corte façam parte dos programas: Fies – Fundo de Financiamento Estudantil, ou o Prouni – Programa Universidade Para Todos.

Os programas do governo exigem no mínimo uma nota de 450 pontos para o aluno poder realizar a inscrição no Fies e no Prouni. Mas algumas instituições de educação exigem uma nota menor para o candidato utilizar como pontuação no vestibular. Dentre as universidades, é possível encontrar algumas que aceitam 300 pontos e até mesmo 280.2 pontos da nota alcançada pelo Enem.

Mesmo com essa diferença entre as notas de corte, o MEC garante que não há nenhum problema quanto aos requisitos exigidos pela instituição na hora de admitir um novo aluno. Sendo assim, elas têm total liberdade para exigir a nota que quiserem no vestibular.

Sólon Caldas, que é diretor executivo da Abmes, disse: “Não tem uma regra geral, como é o caso do Prouni e do Fies. Cada instituição tem a prerrogativa de determinar quais critérios vai utilizar na seleção”.

Dentre as universidades que exigem o mínimo de 300 pontos no Enem, estão: Anhembi Morumbi, Estácio de Sá, Cruzeiro do Sul, FMU, entre outras. Já no Centro Universitário São Camilo, não há exigência de nota mínima, no entanto, o candidato não pode ter zerado na redação.

A instituição explicou sobre a sua forma de admitir os alunos: ” No processo seletivo, a São Camilo trabalha com nota de 0 a 100, já o ENEM trabalha com nota de 0 a 1.000. Desta forma, os candidatos devem utilizar a fórmula descrita por nossa instituição para transformar sua nota do ENEM em nota da São Camilo. Isto é necessário para que haja equivalência entre ENEM e São Camilo”.

 

A prática de observar pássaros está aumentando no Brasil e no mundo

Uma atividade criada na Inglaterra, no início do século 20, e que aqui no Brasil é conhecida como “observação de pássaros”, e em inglês o termo é birdwatching, vem ganhando cada vez mais adeptos pelo país. Antes era mais um atrativo juntamente com os passeios em praias, parques e cachoeiras. Atualmente já existem roteiros exclusivamente relacionados com a observação de aves. O Brasil apresenta mais de cinquenta regiões, onde essa prática do ecoturismo é feita tanto por turistas nacionais, quanto por estrangeiros.

Por todo o Brasil, são encontradas cerca de 1.900 espécies, sendo que algumas dessas aves, só podem ser encontradas em território brasileiro.

Vininha Carvalho, que é editora da Revista Ecotour News, aconselha que para fazer essa observação das aves, é preciso caminhar devagar, prevenir movimentos bruscos, fazer silêncio, vestir roupas de cores neutras, tomar uma distância adequada para que as aves não se sintam ameaçadas. Ela aconselhou também, que é necessário que os observadores estejam acompanhados por guias de aves e também não esquecerem de levar um binóculo.

O Brasil não apresenta dados sobre quantos guias são especializados nesse setor específico, mas algumas reservas do país, como a de Ubajara (CE) e a de Sooretama (ES), possuem profissionais especializados para ajudar os visitantes.

Na Bahia, a  Chapada Diamantina  possui mais de quatrocentas espécies de aves, sendo encontradas na Mata Atlântica, na Caatinga e no Cerrado. A Casa da Geleia, na cidade de Lençóis, é um ponto de observação há vinte anos e possibilita a observação de espécies como sabiás, tibirros rupestres, marias-pretas e cardeais.

Outro local que oferece algumas regiões de observação é a Colômbia, com uma grande quantidade de espécies e várias rotas que os visitantes podem escolher, como a Endemics Bonanza que envolve toda a costa do Caribe colombiano, e apresenta passeios para a Reserva El Dorado, Los Flamencos e o Via Parque. Outra rota é a Magdalena Birding Extravaganza, que está localizada na área central da Colômbia, além de parques e reservas florestais.

Essa prática de observação de pássaros, é extremamente importante para que as pessoas comecem a ter uma maior consciência ecológica do planeta, sendo que vários complexos turísticos começaram a estabelecer incentivos, no sentido de aumentar ainda mais o número de turistas, que estão procurando pela observação de pássaros.

Curiosidades sobre Luiz Carlos Trabuco Cappi, presidente do Banco Bradesco

Luiz Carlos Trabuco Cappi, atual presidente do Banco Bradesco, hoje tem 65 anos de idade – nasceu no dia 6 de outubro de 1951 – e é natural de um município situado na região Centro-Oeste paulista chamado Marília.  Ele formou-se na Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo (FLCH–USP) e também fez uma pós-graduação em Sócio psicologia na Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo (FESPSP).

O executivo já foi eleito o Empreendedor do Ano nas Finanças, em 2015, pela ISTOÉ Dinheiro – uma revista brasileira de economia e negócios publicada pela Editora Três. Também já recebeu o troféu Personalidade de Seguros do Ano, em duas ocasiões – uma em 2003, logo que assumiu o comando como presidente do Grupo Bradesco de Seguros e Previdência; e a outra em 2007, por conta de seus quatro anos da gestão no comando da seguradora da instituição financeira.

Alguns anos antes, em 2009, Luiz Carlos Trabuco Cappi já havia marcado presença na lista das 100 personalidades mais influentes do Brasil, publicada pela revista Época. Na ocasião, a responsável pela escolha dos participantes foi redação da revista, mas esta contou também com a ajuda de milhares de leitores e de especialistas de diversas áreas. Os integrantes foram selecionados por se sobressaíram em alguns quesitos, como poder, talento, realizações e exemplo moral. O executivo integrou a categoria “Empreendedores & Pioneiros”.

Luiz Carlos Trabuco Cappi já foi até cogitado para assumir o Ministério da Fazenda. O convite foi feito em 2015 pela então presidente do Brasil Dilma Rousseff, no entanto, o executivo não aceitou.

Foi em 1969 que Trabuco – ainda muito jovem, com apenas 18 anos de idade –  passou a fazer parte da equipe do Banco Bradesco. Ele começou na empresa como escriturário e transitou por todos os escalões de hierarquia – como nas áreas da previdência privada e do marketing, por exemplo. Quando estava somando longos 30 anos de casa, em 1999, Luiz Carlos Trabuco Cappi foi promovido a vice-presidente da empresa bancária. Dez anos depois, em 2009, assumiu o comando do Banco fundado por Amador Aguiar.

O executivo é apenas o quarto a ocupar a cadeira da presidência do Bradesco – ele entrou para substituir Márcio Cypriano. Além de Cypriano e Trabuco, Amador Aguiar e o seu sucessor Lázaro Brandão foram os outros presidentes.

Mas não foi a primeira vez que Luiz Carlos Trabuco Cappi foi cotado para o cargo mais alto da instituição financeira. Ele já havia sido cogitado na ocasião em que Cypriano assumiu, mas, por ter, na época, apenas 47 anos e ser considerado muito jovem para ocupar a cadeira do presidente, acabou caindo fora da disputa.

Com seis anos de presidência no Banco Bradesco, o executivo consolidou um dos lances mais ousados à frente da companhia bancária – comprou a filial brasileira do HSBC por US$ 5,2 bilhões, no maior negócio no Brasil em 2015. Com isso, manteve o banco na briga pelas primeiras colocações no ranking de ativos.

Alguns dos principais parques nacionais brasileiros para visitar

Resultado de imagem para Parque Nacional do Iguaçu

No Brasil são encontrados cerca de mais de setenta parques nacionais, que são administrados pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio)

A finalidade desses parques, é a conservação de ecossistemas naturais de grande importância para a ecologia. São regiões de estudo científico, turismo ecológico e para a evolução da educação ambiental, sendo que vários deles podem ser conhecidos pelo público.

Alguns desses parques nacionais são:

Monte Roraima, Roraima – Está localizado entre as fronteiras do Brasil, Venezuela e Guiana, sendo que ele protege uma parte da região amazônica, no extremo norte do país, e o Monte Roraima é o principal ponto turístico do parque.

Parque Nacional Marinho de Fernando de Noronha, Pernambuco – Esse parque desde 2011, foi reconhecido e tombado como Patrimônio Mundial da Humanidade, pela UNESCO. Os visitantes podem nadar junto com golfinhos, visitar sítios arqueológicos e praticar mergulho no fundo do mar.

Serra do Divisor, Acre – Este parque nacional fica na fronteira com o Peru, e foi criado devido à pressão estrangeira para a proteção da região amazônica.

Serra da Cotia, Rondônia – Esse parque é muito importante para a proteção da região amazônica, já que existe uma grande ameaça de desmatamento nessa região. O turismo não é muito divulgado no local.

Parque Nacional do Iguaçu – Desde 2011, as  Cataratas do Iguaçu  foram escolhidas uma das Sete Novas Maravilhas da Natureza, sendo que o parque é Patrimônio Natural da Humanidade. A cidade de Foz do Iguaçu recebe milhares de visitantes todos os anos, que vão admirar as incríveis Cataratas.

Parque Nacional da Chapada dos Guimarães, MT – Possui diversas cachoeiras que podem ser visitadas, como o Mirante do Véu de Noiva, e tomar banho em até seis cachoeiras, no Circuito das Cachoeiras.

Serra da Mantiqueira, Resende e Itatiaia, RJ – É nela que está localizado o Pico das Agulhas Negras, que é um dos pontos mais altos do país. A conhecida cachoeira Véu da Noiva, também pode ser encontrada nesse local, e um banho no Lago Azul, que é uma piscina natural, pode ser tomado pelo visitante, com uma água em torno de 12°.

Chapada Diamantina, BA – É um local que podemos encontrar diversas cachoeiras, grutas e trilhas. É considerado o destino principal do turismo, para aqueles que desejam um passeio cheio de aventuras. A conhecida Cachoeira da Fumaça, que possui 380 metros de queda d’água, também pode ser visitada.

 

Um eclipse total do Sol vai poder ser visto nos EUA e parcial em outros lugares

Resultado de imagem para eclipse solar total

A cientista planetária da Agência Espacial Americana Nasa), Adriana Ocampo, conta que pela primeira vez em todos os tempos, um eclipse que irá acontecer no próximo mês de agosto, poderá ser analisado com a nossa atual tecnologia, por vários ângulos. Essa ansiedade envolve milhares de pessoas por todo o mundo, aguardando esse grande eclipse solar que ocorrerá nos Estados Unidos.

Nesse dia, a Lua se colocará entre a Terra e o Sol, criando um eclipse completo e uma chance única para a observação desse acontecimento.

Esse eclipse solar total leva 99 anos para acontecer, e irá cobrir todo o país americano, indo do Pacífico até o Atlântico. Esse eclipse vai ser transmitido ao vivo e de forma inédita pela Nasa, para todo o mundo.

Serão usados no total onze satélites que orbitam ao redor da Terra, sendo que três deles são da Nasa, e os demais pertencem à outras agências espaciais, disse a cientista à BBC Mundo.

Ele vai ser observado de diversos ângulos, inclusive de uma nave espacial que está orbitando a Lua, sendo que ela vai ser redirecionada para captar o eclipse pelo ângulo da órbita lunar. Ele também será observado por telescópios localizados em terra, e também por um que está conectado em  um Boeing 747 , de propriedade da Nasa.

Balões meteorológicos, no total de cinquenta, irão levar instrumentos que gravam não somente as faixas de luz visíveis, mais também as variadas faixas do espectro, que nos oferecem os dados sobre a atmosfera do Sol.

Esse fenômeno poderá ser visualizado em qualquer ponto da América do Norte, mas aqueles que estiverem localizados em uma estreita faixa de 113 km de largura, chamada de “Caminho para a Totalidade”, o fenômeno vai poder ser observado de forma ainda mais completa.

Esse trecho que compreende quatorze estados americanos, vai ficar com o céu completamente escuro, a temperatura irá diminuir, vai ser possível apreciar as estrelas e também a atmosfera do Sol, que geralmente é invisível da Terra.

Em outras regiões como o norte da América do Sul, Europa e África, e segundo a Nasa também alguns lugares do Brasil, vai ser possível observar um eclipse parcial nesse dia.

Segundo a Nasa a cidade de Carbondale, no Illinois, vai poder observar por mais tempo o eclipse, com duração de 2 minutos e 40 segundos. A cientista recomendou, que quem estiver nessa faixa que compreende os 113 km, que acompanhe o eclipse pela Internet.

As observações que vão ser realizadas da atmosfera solar, também vão ser importantes para responder algumas questões, que ainda são grandes mistérios para os cientistas, como porque o Sol tem um ciclo de manchas solares, que possuem onze anos e que os cientistas não entendem a causa disso, e também o que está por trás desse período de anos.

No momento, as manchas solares estão reduzindo. Foi observado que esses ciclos de onze anos, acabam afetando o clima na Terra e em outros planetas do nosso sistema, e estudos vão ser feitos, para que se possa descobrir a causa desses fenômenos.

 

As interessantes e lindas atrações encontradas na ilha de Barbados

Resultado de imagem para ilhas barbados

A ilha de Barbados possui listas de areias brancas e são banhadas por águas tranquilas do Caribe. Mas no outro lado da ilha, as falésias, as formações rochosas e as ondas agitadas do oceano Atlântico, fazem parte da paisagem linda de Barbados. Com essa geografia bem diversificada, essa ilha de 430 km² é um dos principais destinos de brasileiros no Caribe, principalmente agora, que voos estão sendo feitos diretamente do Brasil para a ilha.

A sua capital Bridgetown, que ainda possui traços culturais dos três povos que chegaram nessa ilha, sendo eles os índios ameríndios que vieram da Venezuela, os ingleses colonizadores e os escravos africanos, que foram levados para trabalhar nas lavouras de algodão e tabaco. A ilha que é a mais oriental do Caribe, possui como a sua maior atração, os 97 km² de costa, apresentando maravilhosas praias nessa extensão.

Algumas das maiores atrações da ilha são:

Caverna Harrison: ela é uma caverna de calcário cristalizado e possui túneis subterrâneos, que os visitantes podem conhecer tanto a pé, com o passeio levando cerca de quatro horas, como também em um bonde, que anda cerca de dois quilômetros. Dentro da caverna, podemos encontrar alguns lagos e o Great Hall, que é um grande salão, que possui quinze metros de altura e formações naturais, que deixam os seus visitantes impressionados com a sua beleza.

Concorde Experience: atualmente ele funciona como um museu em homenagem a esse avião de passageiros, que na sua época, significava a mais alta tecnologia existente. Nesse museu também é possível entrar em um simulador de voo, e fazer algumas manobras.

Island Safari: esse é um dos passeios mais procurados pelos turistas que visitam a ilha, e o roteiro pode ser feito em até um dia. Ele é ideal para aqueles que gostam mais de belezas naturais, indo até as costas leste e nordeste da ilha, visitando praias maravilhosas e o passeio também visita os pontos históricos, como o moinho de açúcar Morgan Lewis.

Locais históricos: a ilha apresenta uma cultura bem diversificada, com influências da África, Europa e Ásia, que são lembradas em atrações como o Barbados Museum, em que suas galerias se encontram dentro de um presídio antigo, e de uma sinagoga, a Bridgetown Jewish Synagogue, que teve a sua construção em 1654, por judeus vindos do Brasil.

Praias: Barbados é considerado um lugar paradisíaco para aqueles que adoram  praias e esportes aquáticos , já que possui um total de sessenta praias e mais de três mil horas de sol por ano. Para aqueles que querem sossego, o ideal são as praias no sul da ilha, com ondas calmas. Mas aqueles que querem praticar esportes, o indicado são as praias agitadas nas partes norte e leste da ilha.

Passeio de submarino: nesse passeio, os passageiros chegam a ir a uma profundidade de até 45 metros, e tanto as saídas diurnas quanto as noturnas, passam por arrecifes de corais e por um barco naufragado, sendo uma experiência bem emocionante.

Troca de combustível piora a saúde do ar em São Paulo

O etanol é um combustível que possui menos poluentes ao meio ambiente, já que o gás carbônico emitido por ele quando queimado é reabsorvido no crescimento da cana-de-açúcar. Um recente estudo calculou que a troca de gasolina por etanol é benéfico para a saúde, pois o combustível fóssil pode prejudicá-la.

Uma pequisa realizada na Universidade Northwestern, na Universidade de São Paulo e na Universidade Nacional de Cingapura mostrou um aumento de 30% na concentração de partículas ultrafinas, e em São Paulo devido ao aumento do preço do etanol muitos motoristas substituíram-no pela gasolina. Os pesquisadores observaram que após a alta do etanol, houve uma queda de concentração de nanopartículas na atmosfera.

Esse tipo de medidas não são feitas por agências ambientais, pois geralmente elas observam outros gases como o monóxido de carbono e óxido de nitrogênio, e material particulado que são conhecidos pelos seus efeitos negativos à saúde.

O físico Paulo Artaxo, da Universidade de São Paulo USP e um dos autores da pesquisa disse que: “De todos os poluentes na atmosfera, como ozônio, CO, NOx, SO2, as partículas são as que têm efeito mais danoso à saúde. As nanopartículas são partículas extremamente pequenas (somente 10 a 50 nanômetros), e se comportam como gases, pois têm acesso direto aos alvéolos pulmonares. Por isso, quando respiramos essas partículas elas têm forte efeito na saúde, pois adentram na parte mais interna do pulmão, o que não ocorre com as partículas maiores” e ainda completou: “Qualquer metal pesado que estas partículas contenham, chegam a ter contato direto com o sangue através dos alvéolos pulmonares”.

Segundo Paulo, qualquer tipo de processo de combustão gera nanopartículas, porém em quantidades e composição diferenciadas “Qualquer metal pesado que estas partículas contenham, chegam a ter contato direto com o sangue através dos alvéolos pulmonares”, explica.

O raciocínio dos motoristas ao abastecer o carro é somente quanto ao preço, porém existe um grande impacto em relação a saúde que deve ser levado em conta na hora da conta, é o que sugere um dos autores e economista brasileiro Alberto Salvo, pesquisador da Universidade Nacional de Cingapura. Os resultados também mostram a necessidade dos órgãos ambientais passarem a fazer a medição dessas nanopartículas é o que sugerem os pesquisadores. O trabalho contou com modelos de estatísticas de econometria, e foi levado em conta o tráfego, o comportamento dos consumidores, o tamanho das partículas e dados do instituto de meteorologia no período de janeiro a maio de 2011, que foi um período que teve uma grande variedade de preços do etanol para o consumidor.

 

Veja também: Demanda global por petroleo pode atingir pico em 202412

Especialista dá dicas de como evitar doenças respiratórias em dias secos e de baixa umidade do ar

Resultado de imagem para evitar doenças respiratorias

Mais de 40 dias sem chuvas na capital paulista, o tempo seco prejudica a saúde de pessoas de todas as idades, e resfriado, tosse, sinusite, renite, vão e vem. Algumas dicas simples podem aliviar esses sintomas.

Em dias secos e frio como foi no mês de julho de 2017 na cidade de São Paulo, foi mais difícil respirar levando em conta o impacto da poluição. A capital paulista ficou 44 dias seguidos sem chuvas significativas, e no mês todo de julho a cidade registrou apenas 0,3 mm de precipitações, enquanto a média de chuva para julho era de 46,6 mm.

No dia 27 de julho a umidade relativa do ar na capital paulista era de 30%, considerado o nível de atenção. Isso poderá se repetir nos em dias outros dias do ano, de acordo com o Centro de Gerenciamento de Emergências da Prefeitura de São Paulo. Isto provoca o aparecimento das doenças respiratórias, intensifica os sintomas para quem já convive com sinusite e renite, e a falta de chuva aumenta a concentração de poluentes no ar.

“O nariz tem três funções: aquecimento, filtragem e umidificação do ar. Quando o ar está em uma situação muito inadequada, o nariz tem que trabalhar mais para que esse ar fique condicionado de uma maneira adequada para o pulmão realizar as trocas gasosas. Os poluentes são extremamente irritantes para o nariz, eles geram uma inflamação de base”, diz a otorrinolaringologista, Maura C. Neves.

Entre as dicas para diminuir os desconfortos provocados pelo ar seco estão:

Beber muito líquido;

Manter uma alimentação saudável;

Evitar a exposição prolongada por mais de 30 minutos ao ar livre entre 10h e 15h;

Evitar ter no quarto e em outros ambientes da casa, carpetes, pelúcias e poeira acumulada em móveis e enfeites.

A lavagem nasal também ajuda muito: “O uso de soluções salinas e soro fisiológico para a irrigação nasal, ajuda o nariz a umidificar o ar. Então ele umidifica mais a mucosa nasal, ajuda na remoção desses poluentes que foram inalados e facilita a funcionalidade do nariz”, diz Maura. Mas em relação as crianças e pessoas idosas, qual seria a melhor maneira de evitar os malefícios de dias secos e de pouca umidade atmosférica?

“Em dias secos com baixa umidade do ar, é inevitável que crianças e idosos fiquem vulneráveis a doenças respiratórias, mas é possível que pequenas atitudes ajudem a evitar complicação dessas doenças e até mesmo evitá-las em muitos casos. No caso das crianças, os pais devem ficar atentos na alimentação que hidrata, que são as frutas e legumes e introduzir esses alimentos de forma assídua na alimentação delas”, diz Maura.

“Na verdade, essa dica vale para todos, mas em especial para as crianças e também para os idosos, que têm esta vulnerabilidade principalmente em ambientes como o da cidade de São Paulo em dias frio e de ar seco”, reforça Maura.

 

Como prevenir a obesidade?

A obesidade é hoje um dos principais problemas que tem afetado a sociedade mundial como um todo e os números crescentes tem preocupados cada vez mais os médicos.

Por isso a prevenção é necessária para todas as enfermidades, inclusive a obesidade.

Para evitar a obesidade e outros problemas de saúde relacionados com a mesma, é necessário que a pessoa se mantenha ativa, realizando atividades simples no dia-a-dia como usar escadas ao invés de elevadores e escadas rolantes, caminhar para lugares próximos ao invés de usar o carro, descer um ponto antes no ônibus, etc.. Ações simples que quando realizadas diariamente mudam o estilo de vida e a saúde de uma pessoa.

Mas é claro que outras atividades como ir a uma academia, dançar, praticar um esporte auxiliam ainda mais, além de estimular as pessoas, já que estas atividades proporcionam prazer para os praticantes.

Outro item indispensável para levar um estilo de vida saudável e evitar enfermidades é uma boa alimentação, consumindo 2.000 calorias por dia, mesclando alimentos como frutas, legumes, cereais, lácteos e carnes.

Diminuir a ingestão de fast-food, doces e frituras é outro ponto positivo para quem deseja prevenir doenças.

Uma medida efetiva que pode ser aderida é se pesar de tempos em tempos, para controlar o peso. Não é necessário se bitolar nisso e ficar obcecado, mas se pesar de 15 em 15 dias é benéfico, além de um ótimo controle.

Beber água é imprescindível para uma boa alimentação, já que muitas vezes estamos desidratados e confundimos com fome. É recomendado a ingestão de 8 copos de água ao longo do dia. Ela limpa e desintoxica o organismo, além de hidratar a pele.

Realizar um check–up de tempos em tempos (de preferência uma vez por ano) evitam complicações maiores, pois caso alguma doença esteja se desenvolvendo, será descoberta cedo e os profissionais poderão tratá-la mais rapidamente, evitando procedimentos invasivos muitas vezes.

A ansiedade e o estresse são grandes facilitadores da obesidade, pois algumas pessoas descontam na comida quando estão em alguma situação de tensão, por isso é imprescindível comer apenas quando se sente fome, para evitar a obesidade.

Caso note alguma mudança no corpo, um ganho de peso excessivo ou tenha percebido que comete a maioria das ações citadas como ruins, procure um médico, sempre é tempo para revertermos o quadro de saúde e evitarmos complicações maiores.