Um eclipse total do Sol vai poder ser visto nos EUA e parcial em outros lugares

Resultado de imagem para eclipse solar total

A cientista planetária da Agência Espacial Americana Nasa), Adriana Ocampo, conta que pela primeira vez em todos os tempos, um eclipse que irá acontecer no próximo mês de agosto, poderá ser analisado com a nossa atual tecnologia, por vários ângulos. Essa ansiedade envolve milhares de pessoas por todo o mundo, aguardando esse grande eclipse solar que ocorrerá nos Estados Unidos.

Nesse dia, a Lua se colocará entre a Terra e o Sol, criando um eclipse completo e uma chance única para a observação desse acontecimento.

Esse eclipse solar total leva 99 anos para acontecer, e irá cobrir todo o país americano, indo do Pacífico até o Atlântico. Esse eclipse vai ser transmitido ao vivo e de forma inédita pela Nasa, para todo o mundo.

Serão usados no total onze satélites que orbitam ao redor da Terra, sendo que três deles são da Nasa, e os demais pertencem à outras agências espaciais, disse a cientista à BBC Mundo.

Ele vai ser observado de diversos ângulos, inclusive de uma nave espacial que está orbitando a Lua, sendo que ela vai ser redirecionada para captar o eclipse pelo ângulo da órbita lunar. Ele também será observado por telescópios localizados em terra, e também por um que está conectado em  um Boeing 747 , de propriedade da Nasa.

Balões meteorológicos, no total de cinquenta, irão levar instrumentos que gravam não somente as faixas de luz visíveis, mais também as variadas faixas do espectro, que nos oferecem os dados sobre a atmosfera do Sol.

Esse fenômeno poderá ser visualizado em qualquer ponto da América do Norte, mas aqueles que estiverem localizados em uma estreita faixa de 113 km de largura, chamada de “Caminho para a Totalidade”, o fenômeno vai poder ser observado de forma ainda mais completa.

Esse trecho que compreende quatorze estados americanos, vai ficar com o céu completamente escuro, a temperatura irá diminuir, vai ser possível apreciar as estrelas e também a atmosfera do Sol, que geralmente é invisível da Terra.

Em outras regiões como o norte da América do Sul, Europa e África, e segundo a Nasa também alguns lugares do Brasil, vai ser possível observar um eclipse parcial nesse dia.

Segundo a Nasa a cidade de Carbondale, no Illinois, vai poder observar por mais tempo o eclipse, com duração de 2 minutos e 40 segundos. A cientista recomendou, que quem estiver nessa faixa que compreende os 113 km, que acompanhe o eclipse pela Internet.

As observações que vão ser realizadas da atmosfera solar, também vão ser importantes para responder algumas questões, que ainda são grandes mistérios para os cientistas, como porque o Sol tem um ciclo de manchas solares, que possuem onze anos e que os cientistas não entendem a causa disso, e também o que está por trás desse período de anos.

No momento, as manchas solares estão reduzindo. Foi observado que esses ciclos de onze anos, acabam afetando o clima na Terra e em outros planetas do nosso sistema, e estudos vão ser feitos, para que se possa descobrir a causa desses fenômenos.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *