O Brasil está fora da rota de furacões e tufões

Image result for furações e tufoes

Em algumas regiões do mundo, existem frequentes preocupações em relação aos fenômenos climáticos, que acabam sempre atingindo determinados locais de tempos em tempos. Mas que explicações podem ser dadas, pelo fato do Brasil não presenciar esses fenômenos climáticos como furacões, em seu território?

De acordo com especialistas em entrevistas à BBC Brasil, as probabilidades de que aconteça alguns desses fenômenos no Brasil, são bem poucas, já que os fatores que fazem com que um furacão se forme, só foram observados uma vez no nosso país.

Michael Pantera, meteorologista do Centro de Gerenciamento de Emergência em São Paulo, explica que atualmente é muito improvável que o Brasil seja atingido por um furacão, somente se as mudanças climáticas possam influenciar isso.

Bianca Lobo, meteorologista do Climatempo, disse que um dos principais elementos para a formação de um furacão, são quando as águas do mar estão acima de temperaturas de 27°C. Mas no Brasil, as águas mais quentes são encontradas na região Nordeste, que apresentam uma máxima de 26°C.

Os fatores que promovem a força de um furacão, são a umidade e a água quente do mar. Quando o furacão se aproxima do litoral, ele vai perdendo a força.

Existe um outro fator que possibilita a formação de um furacão, que é a tesoura de vento, como são conhecidas as mudanças na direção ou na velocidade das correntes de ventos. Mas os meteorologistas afirmam, que essa ocorrência raramente acontece em países situados próximos a linha do equador, como é o caso do Brasil.

Especialistas explicaram que é por isso que tornados que são formados no Caribe, não chegam ao Brasil, já que perderiam totalmente a sua força quando houvesse a aproximação da linha do equador, sofrendo as consequências da força de coriolis.

Tufão e furacão possuem a mesma descrição, já que são um grupo de tempestades que possuem diversos quilômetros de extensão, e que aparecem nos oceanos com águas mais quentes, com duração de até alguns dias. O único fator diferente entre eles, é o local onde cada um se forma.

De acordo com os especialistas, os dois se caracterizam como ciclones tropicais que foram formados em oceanos, sendo que  os tufões  são formados no oeste do oceano Pacífico, enquanto que os furacões, aparecem na região leste do Pacífico e no oceano Atlântico.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *