Base de dados startups será uma vitrine nacional

Uma estrutura online e aberta em um banco de dados foi lançada em setembro pela Associação Brasileira de Startups (ABStartups), o objetivo é reunir dados de diversas startups com o objetivo de ser uma vitrine digital no país. A plataforma por enquanto se encontra em fase de testes e apenas está disponível para cadastramento de parceiros e associados.

No final de outubro a ABStartups irá liberar a plataforma para cadastro de qualquer empresa, isso acontecerá durante o CASE, um evento de startups que será organizado pela entidade. Inicialmente as informações que irão compor a base de dados da plataforma será a existente, com mais de 4,2 mil startups registradas. Haverá também a inclusão de dados de startups que trabalham com as empresas parceiras do projeto, como Cubo, Itaú e Plug, também estão dentro do projeto as aceleradoras Startup Farm, Ace e InovAtiva. Estima-se que mais de 7 mil empresas inovadoras estejam cadastradas na base de dados até o fim de 2018, segundo afirma Amure Pinho, presidente da ABStartups.

Os dados inseridos serão informações básicas como nome, área de atuação, modelo de negócio, investimento recebido e faturamento anual, por exemplo. As empresas poderão criar um perfil no sistema, a intenção é ter a mesma dinâmica do LinkedIn, mas voltado para as startups. Em cada perfil será possível seguir e acessar as informações cadastradas e qualquer pessoa poderá visualizar as informações no site.

Os detalhes de cada startup serão submetidos na medida que as informações vão sendo preenchidas. O número de vagas em aberto, apresentações (pitch deck) e o nome dos investidores serão informações que trarão mais clareza ao perfil cadastrado. Se alguma empresa deixar de atualizar sua página durante seis meses, a visibilidade do perfil não será mais público.

O plano é que o StartupBase possa fazer uma análise baseada no início das empresas, no progresso, na aceleração e na captação de recursos. Essas informações contribuirão para um maior mapeamento e auxiliará na resposta de questões empresariais relacionadas a uma startup, e o interesse em estar cadastrada se daria pelo fato de ter uma visibilidade no mercado em uma base de dados que pretende se tornar referência de alcance nacional

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *