Confira alguns erros que você precisa evitar na redação do ENEM

Uma das notícias que pode deixar um estudante ansioso é saber que falta menos de 4 meses para a prova do ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio). Entretanto, ainda dá tempo de revisar os estudos e garantir boas notas na avaliação.

A prova será aplicada dias 4 e 11 de novembro e terá 180 questões de múltipla escolha e uma redação. Além dos conteúdos, como Ciências Humanas e da Natureza e suas Tecnologias, Linguagens, Códigos e suas Tecnologias e Matemática e suas Tecnologias, o ENEM conta com a redação, a área que pode garantir uma boa média final.

Para isso, separamos neste artigo alguns erros que você precisa evitar na hora de desenvolver o seu texto e que vão além da gramática e do tipo de dissertação.

Linguagem rebuscada

  • Linguagem rebuscada A redação precisa ser clara, objetiva e fluente, portanto, é sempre bom aderir a uma linguagem formal, mas sem rebuscá-la. Isto é, usar palavras complicadas, de difícil compreensão.

Extremismo

  • Extremismo É natural expor nossos pontos de vista sobre qualquer assunto, mas em uma redação é importante não usar radicalismo, ou seja, fazer uso de expressões, como por exemplo “nunca” ou “sempre”.

Linguagem informal

  • Linguagem informal Não usar linguagem rebuscada não significa ser informal. É bom evitar gírias e expressões coloquiais. Prefira seguir sempre a norma culta da língua.

Erros gramaticais

  • Erros gramaticais Ainda que a redação esteja com uma linguagem clara, sem extremismos e gírias, a gramática precisa estar correta. Seguir as regras de português é o básico para redigir um texto.

Entre todos esses erros citados, os mais graves que podem desclassificar sua redação no ENEM são: fugir do tema e do tipo de dissertação, desrespeitar os direitos humanos (racismo, homofobia e xenofobia), deboches, desenhos, escrever menos de 8 linhas e, claro, deixar a folha em branco.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *